• michelwajs

Retorno ao trabalho presencial e os impactos na vida do colaborador e do RH




O avanço da vacinação no Brasil tem aumentado a vontade das empresas de retomar, de uma vez por todas, o trabalho presencial. O que comprova a tendência é uma pesquisa realizada pela KPMG, que constatou que mais de 66% das empresas querem retomar as atividades presenciais até o final do ano. Os 34% restantes estão planejando voltar somente no próximo ano.


Com esse cenário, é importante que o gestor de RH veja que a pandemia e o isolamento social tiveram um forte impacto na saúde mental do colaborador e o processo de retorno também terá um impacto no psicológico do profissional. A Korn Fery, empresa global de consultoria organizacional, realizou uma pesquisa que concluiu que mais de 77% dos profissionais entrevistados acham estranho e difícil voltar à rotina presencial.


Já citamos aqui em nosso blog, anteriormente, que uma empresa parceira da Proativa precisou olhar para seus colaboradores de maneira mais humana no momento do retorno ao trabalho presencial. Eles entenderam que, durante o tempo em que ficamos isolados, houveram pessoas que perderam familiares, que contraíram a covid-19 e outros que apenas se sentiam mais ansiosos e deprimidos com todo o cenário mundial pandêmico.


O retorno ao trabalho será mais complexo do que parece!


Tivemos que nos adaptar rapidamente a estar longe de nossos amigos e familiares, perdemos a opção de sair de casa e ter momentos de lazer e, até mesmo, o hábito de pegar trânsito de manhã para chegar no local de trabalho.


Com isso, nos readaptar a rotina que era aquela com a qual estávamos acostumados não é tão simples, pode desencadear alguns problemas emocionais, como estresse, angústia e ansiedade que podem surgir de uma série de motivos. Por exemplo, as longas horas no carro, perdidas no trânsito, estar exposto a situações fora do ambiente domiciliar e, ainda, o estresse de estar constantemente exposto ao vírus, algo que pode trazer um certo nível de paranóia.


Como fazer o melhor retorno possível para os colaboradores?


Muitas empresas estão buscando pela melhor forma de trazer os colaboradores de volta ao ambiente de trabalho da forma menos abrupta o possível, por isso, trouxemos alguns pontos de atenção e dicas para que você, gestor de RH, consiga realizar esse processo de forma tranquila e sem causar grandes problemas na produtividade da empresa. Confira essas dicas!


Comunique a retomada, mas evite pânico e histeria

Transparência é sempre uma boa saída para não causar dúvidas, que podem trazer mais ansiedade para os colaboradores. Então, procure falar bastante sobre o assunto, assim que tiver informações sobre como irá funcionar o retorno ao presencial.


Envie e-mails, faça reuniões e tire dúvidas que sua equipe possa ter de maneira clara, objetiva e calma. Evite o surgimento de fofocas, boatos e incertezas. Aproveite, e detalhe todos os cuidados que a empresa está tomando para receber todos de volta. Fale sobre mudanças no ambiente físico, utilização de equipamentos obrigatórios, distanciamento de mesas, entre outras providências.


Estabeleça protocolos entre profissionais para evitar contágio

Além das mudanças no ambiente físico, também é essencial comunicar aos colaboradores que o uso de máscaras dentro do local de trabalho, é obrigatório. Os elevadores devem ter sua capacidade reduzida e avisar que as escadas podem ser utilizadas. Além disso, instalar totens com álcool em gel para higienização adequada das mãos.


Ofereça apoio psicológico para seu time

Que tal oferecer apoio e aconselhamento para sua equipe? O acolhimento psicológico é muito importante nesse momento e pode ajudar seu colaborador com situações que você não tem conhecimento.


Como dissemos, muitas pessoas perderam familiares ou se sentem mais deprimidas e ansiosas. A angústia de retornar ao trabalho e se sentir mais exposto ao vírus pode afetar ainda mais a saúde mental. Por isso, esse benefício é importante na hora de falarmos das atividades presenciais.


Faça a retomada aos poucos

Promova pesquisas com sua equipe e descubra quem quer retornar ao trabalho presencial e quem prefere esperar e vá recolocando a equipe aos poucos dentro do escritório. Dessa forma, você permite que os colaboradores se preparem com mais antecedência e faça com que a retomada seja aos poucos e gradual.


Todos esses pontos que colocamos acima, são dicas para ajudar o gestor de RH a organizar a retomada das atividades presenciais da melhor forma possível, sem causar mais ansiedade para o colaborador.


Para mais dicas como essas, cadastre-se em nossa Newsletter mensal e fique ligado em nossas redes sociais.


1 visualização0 comentário