top of page
  • michelwajs

Exame admissional e demissional: qual a importância deles?




Fazer a gestão de saúde da sua empresa e dos seus colaboradores é fundamental, principalmente se você emprega pessoas pelo regime CLT. E essa gestão acaba dependendo muito dos exames ocupacionais, que são obrigatórios por lei, com a portaria Nº 3.214 em 1978.


O que são os exames ocupacionais?


Exames ocupacionais são as avaliações médicas que avaliam a saúde antes, durante e depois do vínculo empregatício com a organização.


Exame admissional


O check-up realizado antes do início das atividades do profissional na sua empresa e precisa ser feito com até 15 dias de antecedência ao primeiro dia de trabalho. É obrigatório pelo artigo 168 da CLT e é realizado para comprovar que a pessoa está apta a exercer sua função sem nenhum impedimento.


Claro que os pontos a serem analisados de cada pessoa dependem da função que será exercida. Por exemplo, se o profissional trabalha na área de Construção Civil é imprescindível que ele não sofra com grandes alterações cardíacas, tonturas, para não correr riscos de ter acidentes de trabalho.


Quais exames clínicos são realizados?


O exame admissional é simples e, no geral, visa fazer uma análise de indicadores básicos da saúde do paciente. Mas, são pontos certeiros que podem, ou não, serem aprofundados por meio de avaliações complementares que serão solicitados.


Os exames que são obrigatórios são:


Anamnese médica

A anamnese médica é uma entrevista que o médico faz para entender o histórico de saúde físico e mental de um paciente. Nessa análise, ele irá levantar questões importantes e se há ou não a necessidade de avaliações complementares.


Avaliação física e psicológica

Aqui, são medidos os aspectos fisiológicos da saúde da pessoa, como pressão arterial e batimentos cardíacos. Com isso, um diagnóstico mais certeiro é feito e é possível entender se há doenças ocupacionais ou não.


Exames complementares

Caso o diagnóstico, somente com os procedimentos citados acima, seja inconclusivo, são solicitados os exames complementares de acordo com a função exercida, como audiometria para profissionais de telemarketing e acuidade visual para motoristas.


Assim, é possível analisar a saúde geral do paciente, sem deixar nada de lado.


Exame demissional


O exame demissional é tão importante quanto o admissional, principalmente por atestar as condições de saúde do profissional quando ele sai da empresa. Assim como o exame admissional, é uma maneira de assegurar a saúde do trabalhador e proteger a empresa.


Essa análise permite que fique estabelecido, se houver, relações entre o profissional, o exercício da função e alguma doença ou o comprometimento da saúde do colaborador em processo de desligamento.


As práticas mais comuns do exame demissional são:


- Realização da anamnese ocupacional - entrevista que pode servir de ponto de partida para o diagnóstico ou para a comprovação de que a saúde do funcionário vai bem;

- Ausculta pulmonar e cardíaca;

- Averiguação da pressão arterial;

- Avaliação da existência de problemas musculares, lombares, ósseos, do sistema nervoso, da pele e das mucosas;

- Realização de exames de visão e de sangue;

- Avaliação do quadro psicológico do trabalhador.


Em situações excepcionais, também podem ser exigidos exames complementares. O exame demissional também pode incluir um teste de gravidez, porque, por lei, a demissão de funcionárias grávidas não é permitida e a solicitação é feita para resguardar a empresa legalmente diante dessa possibilidade.


Conte com a Proativa para ajudar o RH da sua empresa com todos os exames ocupacionais necessários e, ainda, mantém os dados para as análises que podem ser utilizadas para criar o programa de gestão de saúde da sua empresa. Fale conosco hoje e saiba mais!

5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page